notícias pt Language
x
 
wifi2
icon_historic-hotels-of-europe2
footer_btn_turismo-de-portugal
lisboa
historiclogo


Hoteis Heritage Lisboa apoiam Escolas de Restauro e Conservação de Arte

expo_tesouro_2016


Os Hoteis Heritage Lisboa criam mais uma iniciativa para a preservação e conservação do Património Português.

 

Esta iniciativa acaba de ser lançada com a entrada do novo ano e tem como objectivo concreto o de apoiar as Escolas Portuguesas de Restauro e Conservação de Arte, através da doação de uma verba de 0,5% de todas as reservas efectuadas online no site Heritage. O valor apurado será doado no final de cada ano a estas escolas.

 

Com esta iniciativa os Hoteis Heritage Lisboa pretendem fazer o seu contributo para a preservação do património nacional através da divulgação, consciencialização e valorização da arte de restauro.

 

 

É de todo importante o apoio dos Hoteis Heritage Lisboa no sentido de promover e preservar a cultura e história nacional, estando também as suas cinco unidades instaladas emedifícios ligados à história e património arquitectónico da cidade.

 

Nas suas próprias unidades sempre existiu uma preocupação para manter e preservar todo o património dos edifícios tendo sido realizados vários trabalhos de restauro nos hotéis, desde a recuperação de pinturas no Hotel Britania que foram executadas em 1944 para o então chamado Hotel do Império, até às escavações arqueológicas no Solar Do Castelo que deram origem ao actual espaço museológico da cisterna do Palacete das Cozinhas que resistiu ao terramoto e foi preservada até hoje.

Os Hoteis Heritage Lisboa reúnem refúgios de charme localizadas no centro histórico de Lisboa, em antigas casas ou edifícios históricos. Propriedade de famílias portuguesas, que se uniram para criar ambientes intimistas, onde tudo é pensado para vincar a ligação à cidade de Lisboa, seu património e cultura. São cinco as unidades dos Hoteis Heritage Lisboa: As Janelas Verdes, Heritage Avenida Liberdade Hotel, Hotel Britania, Hotel Lisboa Plaza e Solar Do Castelo.

5
1/2017