As Janelas Verdes pt Language
As Janelas Verdes As Janelas Verdes As Janelas Verdes As Janelas Verdes As Janelas Verdes As Janelas Verdes As Janelas Verdes As Janelas Verdes As Janelas Verdes As Janelas Verdes As Janelas Verdes As Janelas Verdes
x
 
wifi2
icon_historic-hotels-of-europe2
footer_btn_turismo-de-portugal
lisboa
historiclogo

As Janelas Verdes

PT
LANGUAGE

As Janelas Verdes - Romance à beira do Tejo num Pequeno Refúgio de Charme no centro Histórico de Lisboa.


Instalado num palacete do séc. XVIII – ao lado do Museu Nacional de Arte Antiga - este romântico refúgio de charme guarda a tradição e a serenidade dos gestos trocados entre damas e cavalheiros. 

Objectos de arte, livros e fotografias de família sugerem o cenário de um romance. De facto, acredita-se ter sido esta casa a inspiração para o famoso «Ramalhete» da obra literária «Os Maias» escrita por Eça de Queiróz que terá vivido aqui.

Ler, conversar, contemplar a linha azul do Tejo no terraço da biblioteca. Tomar chá no jardim interior onde impera a escada em caracol de ferro forjado devorada pela trepadeira centenária. A escolha é exigente.  

Na Primavera o canto dos pássaros embala as emoções enquanto se toma o pequeno-almoço no jardim sem horas marcadas. No interior da casa, a água da fonte que enfeita a prumada central eleva-se suavemente. O sol entra nos quartos decorados em tons suaves de coral e madeiras sem convite. Apetece! O horizonte mais que azul do Tejo visto d’As Janelas Verdes.